Vida Acadêmica

Revisão sistemática: Aprenda de uma vez sobre esse processo

Escrito por: DoityTeam

A revisão sistemática da literatura é um estudo que tem como objetivo reunir materiais semelhantes de vários autores e realizar uma análise estatística. Ela é considerada uma pesquisa secundária, porque utiliza estudos primários para fazer a análise.

Ela engloba pesquisas para responder uma questão-chave, fazendo um estudo crítico da literatura. Inicia-se por uma questão que norteia o objetivo principal para fazer um projeto de revisão. Depois, é feita uma busca na literatura para encontrar estudos semelhantes e, então, aplicam-se critérios metodológicos para elaborar uma análise.

A revisão sistemática é feita durante a vida acadêmica em artigos, dissertações, TCC’s e trabalhos acadêmicos para desenvolver a escrita, aprender a revisar, destacar-se, interpretar dados e expandir os conhecimentos em referenciais teóricos. Além disso, permite auxiliar a orientar investigações futuras — principalmente quando há assuntos conflitantes e resultados negativos.

Quer aprender como fazer uma revisão sistemática completa? Confira!

Elabore a pergunta-chave da pesquisa

O primeiro passo para uma boa revisão sistemática é elaborar a pergunta principal do estudo. Essa questão vai nortear todo o seu trabalho. Por isso, é necessário ter cautela, ser estrategista e pesquisar muito antes de escrever.

A pergunta necessita ser clara e bem formulada (como em qualquer pesquisa acadêmica). Isso porque todo o seu estudo vai servir para responder essa questão. Para isso, é preciso pensar em:

  • originalidade;
  • relevância científica;
  • delimitação;
  • viabilidade.

Esse passo é importante porque você começa a descrever o assunto sobre o tema de interesse. Apesar de ser o primeiro passo, ele deve ser bem desenvolvido para que não tenha tanto trabalho nas etapas posteriores.

Busque referências na literatura

Depois que você estabeleceu a pergunta de pesquisa e rascunhou o assunto com os objetivos do estudo, busque na literatura autores que trabalham com o tema proposto pelo seu trabalho.

É importante fazer uma metodização por palavra-chave nos sistemas de busca das bibliotecas, a fim de encontrar resultados precisos mais facilmente. Também vale fazer uma ampla pesquisa na internet e buscar por referências antes de se dirigir até uma biblioteca física.

Localize as obras que falam sobre o tema tanto na internet quanto nas bibliotecas e mergulhe no assunto. É importante, desde os primeiros passos, criar uma maneira de catalogar essas obras, fazendo um resumo com citações importantes.

Selecione os melhores artigos

Depois que você fez um resumo das obras de interesse, de acordo com o tema proposto, selecione os melhores artigos. Reúna todo o material bibliográfico e encontre um local onde você possa realmente se dedicar aos estudos sem interferências externas. Assim, fica muito mais fácil se concentrar, e a pesquisa flui mais rapidamente.

Para você não se perder nas ideias dos autores, é muito importante catalogar os resumos com nome do autor, obra e ano. Dessa maneira, quando você precisar de uma referência, saberá exatamente onde procurar (isso porque é muito comum os acadêmicos selecionarem uma citação importante e esquecerem de anotar a referência!).

Faça a extração dos dados

Aglutine as suas ideias com as dos autores, questione e seja muito crítico. Colete todos os dados importantes para o seu trabalho, de forma que respondam a sua pergunta-chave.

Analise as referências considerando a relevância do estudo, além de validar as informações obtidas. Verifique se os autores encontraram o mesmo resultado que você esperava e se, ao fazer o cruzamento das informações, as ideias não se confundem ou se contradizem.

Avalie a qualidade metodológica

Uma revisão sistemática depende da validade dos estudos que você vai inserir nela. Nessa etapa, você precisa analisar todos os autores e ideias que podem comprometer a relevância do seu estudo.

Selecione os melhores autores e ideias, avaliando a sua qualidade metodológica e também as suas limitações. Além disso, é importante que você anote tudo isso no roteiro de escrita para facilitar na hora de sistematizar o estudo.

Faça a síntese dos dados

A metanálise é uma análise de estatísticas de resultados. O seu objetivo é integrar, combinar e resumir as conclusões. Ou seja, é uma técnica estatística que é utilizada para combinar os dados de estudo sobre um determinado tema.

Esse passo é importante para tornar o resultado da sua pesquisa mais eficaz. Além disso, a metanálise transmite segurança para as revisões sistemáticas, porque requer que os dados coletados sejam agrupados e padronizados e, depois disso, integrados.

Avalie a qualidade das evidências

Não é porque um livro ou teoria existe que ele deve ser usado no seu trabalho. Busque pela qualidade dos conteúdos! Não use os primeiros livros e conceitos que você encontrar.

Exclua todos os estudos que não são adequados ao seu trabalho ou que são considerados fracos ou pobres de conteúdo, que comprometeriam a credibilidade da sua pesquisa. Invista em materiais que apresentam qualidade e relevância, que possam contribuir para o desfecho das suas principais dúvidas e que agreguem valor à sua pesquisa.

Redija e publique os resultados

A parte de redação é uma das mais difíceis, mas é de suma importância. Preparamos algumas dicas para que você possa redigir e formatar o seu estudo. Confira!

Publique o seu estudo

A pesquisa científica exige que você publique os estudos. Por isso, crie um texto com um resumo crítico e mostre para as pessoas a necessidade do seu trabalho. Além disso, você pode apresentar a sua pesquisa em eventos acadêmicos.

Apresente os dados negativos

É importante que você também apresente os dados negativos. Muitos autores costumam escrever somente os resultados positivos das pesquisas. A partir do momento que você insere um resultado negativo, abre espaço para novos estudos investigarem esses motivos.

Tenha cuidado com as citações

Você não deve inserir milhares de citações diretas no seu estudo: isso atrapalha a fluidez e interpretação. Portanto, seja direto ao apresentar as suas ideias e as dos outros autores.

Seja objetivo

Não use períodos longos ao expressar as ideias. Como você já catalogou os resumos com as citações, distribua-as na introdução, referencial teórico, metodologia, resultados e considerações finais.

A revisão sistemática é importante para proporcionar novos projetos de pesquisas. Ela é essencial na vida do acadêmico e do pesquisador porque, além de ampliar a sua capacidade crítica, abre espaço para uma análise diferente das teorias já escritas. Assim, se há informações contraditórias ou respostas negativas, há opção de uma investigação mais profunda.

Que tal baixar nosso manual completo de como escrever trabalhos científicos e aprender ainda mais sobre o processo de criar e publicar artigos? É totalmente gratuito.

Manual completo para escrever trabalhos científicos

Neste e-book, são mostrados os principais aspectos que devem ser levados em consideração na produção de um artigo científico

Acessar materal
DoityTeam

DoityTeam

Somos produtores de conteúdo apaixonados por eventos, vida acadêmica, marketing, vendas, tecnologia e por compartilhar experiências e conhecimento

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos