Organizar Eventos

O seu evento foi um fracasso? O problema pode estar no seu site

Escrito por: Aline Braz

Ao realizar um evento, você percebeu que ele poderia ter tido um público maior? Sentiu que as vendas das inscrições diminuíram? Procura respostas para essas perguntas, mas não encontra? O problema pode estar em um site mal feito.

Sim, isso mesmo! Hoje, mais do que nunca, o site de um evento tornou-se a principal fonte de informações sobre ele, além de o local ideal para a venda das inscrições.

Sendo assim, um site mal construído e até mal utilizado pode interferir, diretamente, na qualidade de um evento. Por isso, neste post, vamos te ajudar a encontrar e analisar quais são as suas dificuldades com o site e, claro, como solucioná-las. Vamos lá?

Baixo número de acessos

Desde que colocou o seu site no ar, qual a média de visitas que ele tem tido? Fizemos essa pergunta porque um dos primeiros passos para fazer uma análise é verificar o alcance da sua página, mesmo que esteja no ar há pouco tempo.

Essa parte é necessária porque os números de acessos influenciam, diretamente, no sucesso que seu evento possa ter. Sabe por quê?

Através desses dados é possível verificar o nível de interesse do público e se as estratégias de divulgação estão dando resultado, sem contar que quanto mais acessos, mais chances de inscrições feitas. Assim, fica mais fácil rever as estratégias  para que um maior número de pessoas seja alcançado.

As possíveis causas para um baixo número de acessos podem ser, tanto a falta de autoridade de domínio como o mau uso do SEO, ou até mesmo os dois. Você já ouviu falar nessas duas coisas? Se não, vamos te explicar direitinho o que são e como funcionam.

Autoridade de domínio ou Domain Authority (DA) é uma métrica criada por uma empresa americana que simula o algoritmo do Google. Ela mede o reconhecimento que um site recebe pelos mecanismos de busca, tanto pelo tempo de permanência no ar como pelo número de acessos através da análise dos links, volumes de visitas e outras características que mostram como o seu domínio é relevante.

Todas essas questões influenciam, diretamente, na posição de um site no ranking dos resultados apresentados a uma pesquisa, o chamado ranqueamento.

Já a sigla SEO refere-se a Search Engine Optimization, que quer dizer “otimização para mecanismos de busca”. Ou seja, é um conjunto de técnicas utilizadas para fazer com que a página seja encontrada com maior facilidade no Google.

#DicaDoity – Falamos mais detalhadamente sobre esses dois pontos nesse post que construímos, especialmente, sobre como e por que construir um bom site. Vale a pena dar uma olhada!

Pouco tempo de permanência no site

Pode até ser que o seu site tenha um bom número de acessos. Mas, já parou para analisar o tempo de permanência de cada usuário?

Esse é um detalhe muito importante também, e que reflete muito no ranqueamento de um site, já que o Google julga como “páginas com conteúdos irrelevantes” as que são rapidamente fechadas.

Para descobrir se esse é o problema da sua página, acesse seu próprio site, para observar o desempenho dele na posição de um usuário, e procure responder às perguntas:

  • Quando tempo ele leva para carregar?
  • Ele oferece acessibilidade para todas as pessoas? (acessibilidade visual e auditiva)
  • Consegue acessar facilmente o que deseja?

Analise cada resposta e busque resolver, o quanto antes, cada problema detectado, pois seu principal objetivo deve ser oferecer a melhor experiência ao usuário e isso vai desde a primeira visita ao site até o encerramento do evento.

#DicaDoity – Para acompanhar o desempenho do seu site e  fazer uma análise mais profunda dos seus dados use o Google Analytics. Essa é uma ferramenta gratuita oferecida pelo Google que mostra a taxa de rejeição, o número de visitas e a média do tempo de permanência dos usuários. Ela, sem dúvidas, será muito útil para te ajudar a conhecer e entender suas principais dificuldades.

Um site nada atrativo

Qual o visual do seu site? Ele reflete a imagem do evento? Sim, é necessário atentar para isso, pois muito mais que estética, o visual comunica e apresenta seu negócio.

Você conhece aquela expressão “saiba como vender seu peixe?” Mesmo que não conheça, imagine só como seria ilógico tentar vender qualquer coisa – até um peixe, como sugere a expressão – sem que seu produto ou serviço seja atrativo e com qualidade para ser consumido.

É muito importante empregar credibilidade no momento de apresentar e vender seu evento, fazer com que as pessoas sintam segurança no que você propõe, desde o site. Afinal, é essa sensação de confiança que fará a diferença no momento da tomada de decisão para um visitante se tornar um inscrito.

Para isso, o mais indicado é fugir de conteúdos poucos atrativos e irrelevantes, como também de um visual sem graça ou muito chamativo. Busque conhecer a realidade e a necessidade do seu público-alvo, como também seus gostos, pense seu site e produza conteúdos a partir deles.

Dessa forma, eles se sentirão bem acolhidos, além de encontrar o que precisam. Essa junção passará segurança para que se inscrevam no seu evento.

Impressão de desorganização

Organização faz toda a diferença, principalmente, quando se trata de website. Então, logo depois de analisar o visual é hora de verificar como está a organização das informações da sua página.

Veja se a disposição dos elementos da página facilita a navegação dos visitantes e se é possível chegar aonde deseja, tranquilamente. Afinal de contas, não adianta estar tudo lindo se não houver como entender o que está na tela e é pouco provável que uma pessoa consiga permanecer, e muito menos realizar alguma ação, em um site que não se entende as informações.

Algo que vai te ajudar muito nessa parte é pensar em todos os caminhos que o usuário possa percorrer, como também os que você deseja que ele percorra – o que leva a realização da inscrição é um bom exemplo! –  e deixar tudo bem acessível, por um caminho fácil de “andar”.

Pare, estude e o planeje cada detalhe para que haja harmonia, de forma que a navegação seja uma experiência agradável, intuitiva e que permita ao visitante interagir naturalmente com o conteúdo.

Falta de comunicação

Quando criou seu site, você pensou na comunicação com o usuário (possível futuro participante)? É indispensável que sua página demonstre atenção e cuidado, não só no momento da venda, mas desde o primeiro contato, oferecendo um bom atendimento ( lembre-se que a recepção do evento já começa nessa etapa).

Tome muito cuidado!  As pessoas podem não a fazer a inscrição por não conseguir tirar suas dúvidas e o pior, repassar essa experiência negativa para outras pessoas – isso não será nada bom para a imagem do seu evento.

É imprescindível que haja um espaço especial para disponibilizar e manter contato, com os números de telefones visíveis e/ou um chat, como também alguém para fazer os atendimentos. Até porque não adianta oferecer inúmeros canais para comunicação e não pensar em pessoas capacitadas para fazer todos os atendimentos.

Esse é um ponto que também influi no emprego da credibilidade e segurança que falamos acima. Pode ser que, com isso, você consiga oferecer o diferencial, através de um atendimento personalizado, atencioso e sempre disponível.

Hospedagem e dados em local inseguro

Já pensou que dor de cabeça seria perder um site, depois de tanto investimento empregado e tempo para desenvolvê-lo? Parece coisa de filme, mas é possível ter o site excluído ou invadido por um hacker.

A importância de atentar para a hospedagem envolve a segurança dos seus dados e também a dos participantes do seu evento – os buscadores como o Google, por exemplo, não ranqueiam sites considerados não seguros.

Inclusive, um dos critérios de avaliação e segurança do buscadores é o https antes do endereço, que garante que as informações trafegadas são criptografadas, ou seja, têm um mecanismo de privacidade.

Por isso, pesquise muito bem onde irá hospedar seu site e escolha um local que garanta a segurança dos dados, que supra todas as suas necessidades e que esteja sempre disponível a atender quando houver problemas técnicos.

Como a maioria dos bons hosts não têm um custo tão acessível, nada de economia quando for procurar algum. Isso pode fazer toda a diferença!

Seu site não facilita a venda das inscrições

Qual a finalidade do seu site? Você o utiliza apenas para passar informações sobre o evento ou também consegue vender inscrições por lá?

Depois de responder a estas perguntas, pare e pense em mais uma: o site é o local ideal para reunir o maior número de interessados no seu evento, então, que estratégia de venda é melhor que deixar a disposição deles a opção de se inscrever por lá mesmo, sem precisar se locomover para nada?

Esse deve ser o principal objetivo de um site para eventos. Se, por acaso, esse não é o do seu, repense, pois talvez essa seja a causa das poucas vendas de inscrições.

Vender inscrições online te dá a vantagem de oferecer condições de pagamento variadas e mais práticas, como cartão de crédito parcelado e boleto bancário, e assim atrair um público ainda maior.

Se o seu site já oferece essa funcionalidade, parabéns! Mas, onde está localizado o botão de inscrição? É preciso que ele fique bem localizado, em destaque, sempre à disposição do visitante.

Além disso, pense em como o processo de compra deve ser simples e rápido: nada de formulários enormes que exijam muita informação, o que pode levar o participante a desistir da compra.

Outro ponto muito importante: o usuário, ao fazer a inscrição, deve ter todo o caminho facilitado. É preciso pensar em um formulário prático e rápido de preencher e que solicite todas as informações necessárias.

Perceberam que essa é uma parte que exige muita atenção, não é? Por isso, investigue muito bem todas as variáveis, pois qualquer detalhe pode fazer um provável inscrito desistir, e o pior, já no fim da caminhada.

E como evitar todos esses problemas?

Viu só a quantidade de problemas que um site mal construído pode acarretar? É preciso cuidar, o quanto antes, para que eles não apareçam no dia do evento, fazendo com que ele seja um fracasso!

Mas também conhecemos bem a dificuldade que é dar conta de todas as outras atividades da organização do evento, como planejamento, divulgação, programação, coordenação da equipe, entre tantas outras e ainda estar atento a tantos detalhes na construção de um site.

Foi pensando em uma solução para todas essas questões que a Doity surgiu, uma plataforma completa e integrada, e que além de oferecer as ferramentas de gerenciamento do pré ao pós evento, oferece também a possibilidade de criar um site, que você mesmo consegue construí-lo, sozinho, em 5 minutos!

Assim você passa a ter autonomia para executar cada uma das tarefas e essa liberdade te proporciona a chance de fazer tudo do seu jeito e deixar o site a cara do seu evento. (afinal, ninguém melhor que você mesmo para fazer isso).

A plataforma disponibiliza templates que podem ser personalizados do seu jeito e também a opção de realizar as inscrições pelo próprio site, com todas as facilidades de pagamentos e também uma equipe de atendimento especializada e disponível para tirar as dúvidas e dar suporte aos inscritos.

Com essa ajuda, não seria necessário investir em agência ou freelancer e passar, com isso, a canalizar a verba para as outras áreas do evento, como divulgação, por exemplo. Imagina que alívio não precisar solicitar profissionais da área para fazer tudo por você e ou ficar correndo atrás de suporte técnico?

Também não seria mais preciso se preocupar em construir autoridade de domínio. Isso porque a Doity já tem um ótimo ranqueamento no Google por conta da quantidade de buscas pela plataforma, pela produção de conteúdo relevante sobre organização de eventos e vida acadêmica.

Ao hospedar o seu site com a nossa plataforma ele passa a usufruir, além de segurança para os seus dados, desse bom ranqueamento, o que te ajudará a ser encontrado com mais facilidade.

Esperamos que esse post tenha te ajudado a entender a importância da criação de um ótimo site para eventos. Mas depois dessa boa conversa, que tal criar um evento com a Doity e ver na prática como é simples e seguro? Será um prazer te ajudar!

Aline Braz

Aline Braz

Estudante de jornalismo, produtora de conteúdo, é do sítio, mas vive na cidade. Ama música, livros e viagens

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos