Organizar Eventos

Saiba tudo sobre a emissão de nota fiscal para eventos

Escrito por: Aline Braz

Entender sobre a emissão de nota fiscal para eventos é essencial para quem está trabalhando na organização de eventos. Isso porque ela garante uma relação saudável entre comerciantes e compradores – o que contribui muito para a completa satisfação do participante.

Além disso, as notas fiscais regularizam as transações comerciais entre prestadores de serviços (neste caso os organizadores) e os tomadores do serviço (os participantes), atendendo as exigências fiscais existentes. O que acontece na maioria das vezes é que, por falta de conhecimento da importância da emissão dessas notas, muitas pessoas não dão tanta importância a essa tarefa.

Quer saber mais sobre a importância da emissão de nota fiscal para eventos, conhecer seus variados tipos e aprender ótimas formas de emitir? Então continua lendo esse texto!

Por que emitir nota fiscal para eventos?

A nota fiscal para eventos é, além de tudo, um direito do consumidor, nesse caso o participante do evento. É comum algum deles solicitar a emissão da nota fiscal no momento de realizar a inscrição. Isso geralmente acontece em eventos de grande porte ou também quando alguma empresa paga o pacote de inscrições para seus funcionários.

Essa nota pode servir para diversos fins, como: para fazer um acompanhamento dos gastos, prestação de contas, solicitar reembolso da inscrição em casos de complicações, entre outros.

Por conta disso, muitos possíveis participantes podem ser dependentes desse quesito para efetuar a inscrição. Então, antes que enviem solicitações ou desistam da ideia de se inscrever no evento, ou de enviarem alguma pergunta, dê um passo à frente e ofereça a opção de emissão da nota já no momento da inscrição.

Quais são os tipos de nota fiscal?

As notas fiscais eletrônicas surgiram e, rapidamente, substituíram o amontoado de papéis que antes eram emitidos. Com isso, todos os processos se tornaram mais ágeis e dinâmicos.

Hoje existem vários tipos de notas fiscais eletrônicas (NF-e) para que consigam atender aos mais diversos ramos, de forma que todos consigam permanecer no mercado com legalidade. Para te ajudar a entender melhor como funciona esse processo de emissão de nota fiscal vamos te explicar a diferença entre duas das mais utilizadas.

Nota fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)

Esse é o tipo mais comum de nota fiscal que pode ser emitido e é o mais utilizado pelos organizadores de eventos. Em geral, ele comprova a prestação de serviços de qualquer natureza e os impostos tributados são de responsabilidade dos municípios.

Nota fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)

Esse é um tipo de nota fiscal emitida especificamente por comerciantes e varejistas que substitui os cupons fiscais.

#DicaDoity: Fique atento: é importante guardar cada comprovante por pelo menos 5 anos, que é o mesmo prazo de armazenamento dos outros documentos fiscais. Assim, você não correrá o risco de não comprovar que sua tributação está em dia.

Como é o processo de emissão de nota fiscal para eventos?

Solicite a nota pelo site da prefeitura da sua cidade

Existem duas maneiras de emitir a nota fiscal para o seu evento. A primeira delas é através do site da prefeitura da sua cidade, onde você se identifica como MEI (micro empreendedor individual) ou PJ (pessoa jurídica), faz seu cadastro e solicita a emissão da nota. Acontece que esse processo acaba se tornando muito trabalhoso, porque vai ser necessário uma nota para cada compra de inscrição realizada ou de cada pagamento feito. Imagina um evento com 1000 pessoas!

É importante lembrar que cada cidade e estado tem suas particularidades quanto as regras de emissão, por isso certifique-se que está seguindo as normas corretas. Ainda pode acontecer de você precisar obter o certificado digital, que funciona como uma forma de reconhecimento da sua empresa por parte de órgãos como a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) ou do seu município.  

Outra maneira de emitir a nota fiscal é utilizar uma solução que automatize todo esse processo. Existem várias opções atualmente, uma delas é a ferramenta eNotas que realiza todo o processo no site da prefeitura e encaminha as notas automaticamente para quem se inscreve no seu evento.

Para isso você pode utilizar uma plataforma de eventos, como a Doity, que trabalha de forma integrada a uma ferramenta de emissão de notas fiscais. Como todos os dados dos participantes ficam salvos na plataforma, todo o processo de emissão das notas consegue ser bem mais prático e rápido. Já que essa integração permite que a nota seja emitida após o pagamento da inscrição.

Assim, você conseguirá ter mais tempo para dar atenção às questões estratégicas do seu evento, ir em busca de parcerias e patrocínios, como também oferecer um atendimento personalizado aos seus novos inscritos.

#DicaDoity: Mesmo depois de atentar para todos os detalhes da emissão de nota fiscal para eventos, não deixe de consultar o seu contador. Afinal, ele é a pessoa ideal para que ele te direcionar quanto a entender as características fiscais de cada município e estado.

Agora que você já sabe tudo sobre a emissão de nota fiscal para eventos, que tal conferir a nossa planilha de Planejamento de Orçamento para Eventos? Com certeza ela vai te ajudar ainda mais na organização do seu evento, e assim torná-lo um sucesso!

Não consegue organizar as finanças do seu evento?

Fizemos uma planilha completa para te auxiliar com o planejamento de todas receitas e despesas do seu evento e com a gestão do orçamento!

Baixe aqui

 

Aline Braz

Aline Braz

Estudante de jornalismo, produtora de conteúdo, é do sítio, mas vive na cidade. Ama música, livros e viagens

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos