Marketing e Vendas

Microinfluenciadores em eventos: como eles podem te ajudar a bombar

Escrito por: Aline Braz

Não é de hoje que sabemos o poder de influência que as redes sociais exercem na vida das pessoas. Por isso, vamos falar sobre como utilizar os microinfluenciadores em eventos para acelerar o processo de venda das inscrições do seu evento, além de impulsionar a divulgação, conquistar o público e fidelizá-lo.

Se, por acaso, você já está cheio de dúvidas e não entende como os tão falados influenciadores podem ajudar seu evento a bombar, fica calmo e continua a leitura. Preparamos um material completo e vamos te explicar todos os detalhes desse novo modo de vender inscrições e criar engajamento com os microinfluenciadores em eventos, com direito à dica bônus no final!

 Neste texto você aprender sobre:

Ficou interessado? Então, vamos lá!

O que são microinfluenciadores em eventos?

Microinfuenciadores nada mais são que influenciadores digitais, termo que ficou bem conhecido de uns tempos pra cá, graças ao avanço das redes sociais. Eles são pessoas que utilizam as redes sociais para compartilhar suas opiniões e gostos através de fotos, vídeos e textos. O sufixo “micro” serve apenas para discriminar o alcance, que é de um número menor de seguidores comparado àqueles que têm milhões. 

Mas já me adianto aqui para alertar que isso não categoriza o trabalho e o poder de influência que o microinfluenciador tem – atentar para isso é muito importante e vamos falar melhor adiante!

A ideia de usar pessoas influentes na criação de propagandas sempre foi utilizada pelos veículos de mídia, como rádio e televisão. No entanto, essa era uma vantagem exclusiva apenas para alguns, afinal, nem todo mundo conseguia bancar uma celebridade indicando seu produto em rede nacional.

Mas com a chegada das redes sociais, novas “celebridades” surgiram e, o melhor, com o mesmo poder de influenciar o gosto e ações das pessoas, permitindo alcançar um público até mais específico, de maneira eficiente e barata! Diante disso, fica claro porque utilizar microinfluenciadores em eventos pode ser uma estratégia bem assertiva na hora de divulgar e vender inscrições.

#DicaDoity: Se você acha que essa ideia de usar influenciadores para bombar suas vendas é nova, saiba que ela já tem sido bastante discutida através do marketing de influência. Nossa dica é que você procure conhecer melhor essa estratégia para desempenhar suas ações de marketing e divulgação!

Quais as vantagens de contratar microinfluenciadores em eventos?

Antes – falo de apenas alguns anos atrás – era necessário contratar uma agência para produzir toda uma campanha e isso exigia o trabalho de profissionais como fotógrafo, filmmaker, maquiador, editor de vídeo e foto e tantos outros. Hoje em dia o microinfluenciador já oferece o combo completo. É ele quem produz, encena, cria os textos e legendas, pensa em todo o visual, cenário, além de já ter o próprio público e conseguir monitorar os resultados das ações para apresentar a quem contratá-lo. 

Nem uma propaganda de TV, mega produzida, com celebridade e tudo, oferecia todas essas vantagens, e preço, claro! Até porque outra vantagem muito importante de utilizar os microinfluenciadores em eventos oferece é conseguir criar engajamento.

É preciso criar empatia, fazer com que o seu público-alvo se identifique com o seu evento e, para isso, ter pessoas que estejam presentes do dia a dia deles, falando a mesma língua, é um recurso incrível. Por isso, o número de seguidores não é importante, o ideal é que o público dele, mesmo que menor, seja o seu. Afinal, os números refletem apenas o alcance, e alcance não é sinônimo de influência! 

#DicaDoity: Em todo o processo da organização de um evento é essencial focar na experiência do cliente, e é isso que o Design de Experiência ensina. Neste e-book explicamos todas os porquês de implementar esse método no seu evento!

Antes de tudo, planeje bem suas ações!

Antes de explicar o que você precisa fazer para utilizar essa estratégia no seu evento e como conseguir os melhores profissionais, precisamos te alertar para algo muito importante que precisa ser feito antes: planejar suas ações!

É importante parar e analisar se este é o momento ideal para seu evento investir em marketing de influência. Falo isso porque pode ser que suas redes sociais ainda estejam se solidificando e você precise investir mais na estruturação delas que na divulgação. Sabe por quê?

As ações do microinfluenciador em eventos direcionarão as pessoas para o perfil do seu evento e elas só seguirão sua página e chegarão a se inscrever no seu evento se encontrem um ambiente que passe credibilidade, com conteúdo bem feito e frequente. Caso contrário, mesmo uma ação bem feita pelo microinfluenciador não surtirá nenhum efeito.

Por isso defina os objetivos que pretende alcançar ao utilizar microinfluenciadores em eventos. Dá uma olhada nesses exemplos:

  • Vendas diretas de inscrições;
  • Engajamento nas redes sociais;
  • Divulgação de lançamento.

A partir desses objetivos fica mais fácil direcionar as ações do microinfluenciador, além de conseguir analisar os resultados de maneira mais eficiente.

Como encontrar os melhores profissionais?       

Uma das características que você deve prezar nesse momento de busca é o engajamento. Por isso, analise perfis de microinfluenciadores que mantenham uma comunicação frequente e direta com seu público, que promova interação em cada postagem.

Para encontrá-los, uma boa estratégia é procurar por hashtags utilizadas pelo seu público. Então fique de olho nas postagens deles e também nas pessoas que eles seguem. A página “explorar” do Instagram, por exemplo, é ótima para encontrar influenciadores. O segredo é pesquisar bem e ser criterioso.

Além disso, hoje em dia você existem bancos de dados que reúnem os perfis mais variados de influenciadores digitais. Um bom exemplo é o influency.me, que tem mais de 80 mil cadastrados. Nesses sites você consegue fazer sua pesquisa a partir de características bem específicas, como local que mora, temas que fala e estilo, por exemplo. 

E na hora de pagar os microinfluenciadores em eventos: grana ou permuta?

E no momento do acordo surge a dúvida: será que ele aceita permuta? Uma troca de interesses parece que resolve tudo nessa era de influenciadores. Mas, cuidado! Isso pode interferir, diretamente, no sucesso da sua campanha de divulgação.

Mas antes de fazer a escolha do pagamento, é indispensável afinar bem os itens da parceria, seja ela feita com dinheiro ou em outros termos, para evitar surpresas, dores de cabeça e dúvidas. 

Com relação à permuta, o perigo que alertamos é que você pode não conseguir exigir o nível de qualidade necessário. Isso porque muitas pessoas, por mais que sejam oferecidas ótimas vantagens na troca, não encaram o trabalho com a mesma seriedade se o acordo envolvesse dinheiro. Portanto, avalie bem que vai contratar! 

Ah, mas é bom enfatizar que, não é porque você está pagando que a pessoa precisa fazer exatamente como você deseja. Isso porque, o público é dela e ela o conhece como ninguém e sabe como deve falar para transmitir mais confiança e naturalidade. Exigir algo muito fora do que ela faz, pode soar como forçação e não convencer os seguidores. 

A melhor solução para alinhar tudo é explicar bem a sua ideia – por isso a importância de definir os objetivos antes – mas deixar a pessoa livre para ajudar na construção da publicação. 

E depois? Como eu analiso se deu certo?

Para ter um monitoramento financeiro você pode calcular o ROI, que é um indicador de ganho ou perda de investimento. Você também pode criar links encurtados no Bitly, por exemplo, para verificar quantas pessoas o microinfluenciador em eventos levou para a sua ação, ou  também usar o Google Analytics para acompanhar essas métricas.

Mas sabe o que também é muito importante neste momento? Ter calma! Isso porque alguns resultados podem demorar a aparecer ou não surgir no período delimitado da ação. Lembrando que os resultados vão refletir os seus objetivos, então não espere um aumento nas vendas, quando o objetivo era só engajar.

→ BÔNUS

Você já ouviu falar em afiliados? Saiba que essa é uma ótima estratégia para alavancar suas vendas. Nela, cada afiliado cadastrado recebe um link próprio para disponibilizar na hora da venda. Ele recebe comissão por cada venda feita através do link e todas as vendas ficam registradas no sistema. 

Agora, já pensou propor ao microinfluenciador em eventos a possibilidade de, além do acordo feito, ele ser um afiliado do seu evento? Ia ser incrível, porque além dele se esforçar ainda mais para vender seu evento, você conseguiria monitorar todas as vendas feitas por ele. 

Gostou dessa ideia? Saiba como utilizar afiliados no seu evento aqui!  

Para trabalhar com mídia social é preciso paciência, pois todas as ações fazem parte do processo de construção de marca, engajamento e confiança. Não é algo que acontece do dia pra noite, mas que também não dá pra ficar de fora. Marcar presença nas redes sociais é mais que ter um perfil, é estar presente na vida do seu público-alvo.

Uma ótima estratégia para isso é o e-mail marketing, por onde você consegue informar, engajar, criar uma expectativa positiva nos inscritos e cativá-los o público para as próximas edições. Para saber mais, dá uma olhada neste e-book que a gente escreveu, cheio de dicas. Baixe agora, é gratuito!

Escreva e-mails atraentes e conquiste participantes!

Aprenda a formular ótimos e-mails, focando em conteúdo e estratégia para lotar o seu evento

Baixe aqui
Aline Braz

Aline Braz

Estudante de jornalismo, produtora de conteúdo, é do sítio, mas vive na cidade. Ama música, livros e viagens

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos