Vida Acadêmica

Conheça aqui todas as etapas da pesquisa científica

Escrito por: Karina Melo

De acordo com o dicionário, pesquisa significa um conjunto de atividades que tem por finalidade a descoberta de novos conhecimentos no domínio científico, literário e artístico. Ou seja, ela investiga de forma minuciosa algo ou alguém. Saber desse contexto vai facilitar o entendimento das etapas da pesquisa científica.

Talvez você nunca tenha parado para pensar, mas essa pesquisa pode se tornar um artigo, um TCC ou uma tese – tudo dependendo da sua abrangência, claro. Fazer um trabalho bem feito pode ser uma ótima forma de iniciar projetos futuros com sucesso!

Nesse texto nós vamos te mostrar todas as etapas da pesquisa científica, sem mistério, em formato de passo a passo. Fique atento aos 11 tópicos e coloque em prática todo conhecimento adquirido aqui. Acredite, é mais fácil dar um up no currículo quando você se envolve em projetos acadêmicos! Vamos lá?

Etapa 1 – Capriche na escolha do tema

No primeiro momento você deve escolher qual assunto gostaria de redigir, investigar e comprovar hipóteses. A seleção precisa estar relacionada com a linha científica do seu orientador e a que você está inserido, claro. Pense em um tema atual, relevante e até onde você vai aprofundar a pesquisa. Lembre-se, não adianta abraçar o mundo sozinho, você precisa se focar e entregar o melhor resultado possível.

#DicaDoity – Dê prioridade para algo que você goste, se interesse, tenha afinidade ou conhecimento na área. Você pode se inspirar em situações cotidianas, grupos de estudo, no seu trabalho ou rotina. Assim fica mais fácil manter o foco e interesse no trabalho durante o decorrer da pesquisa – você se sente motivado a prosseguir!

Etapa 2 – Identifique o que já foi publicado

O próximo passo é verificar os artigos que são relacionados ao tema escolhido por você e que já foram publicados. Aqui você vai fazer um verdadeiro filtro do universo científico. Descubra os autores e entenda todo tipo de informação abordada em cada trabalho encontrado.

#DicaDoity – Nesse texto a gente te conta como ler artigos de um jeito descomplicado. É perfeito para te ajudar nessa etapa. Dá uma olhada!

Mas por que esse processo é necessário? Ele vai te ajudar a identificar se a sua escolha do tema foi certeira ou precisa ser alterada para evitar duplicação de pesquisa – esse tipo de conteúdo não tem permissão de publicação e o procedimento é chamado de “revisão de literatura”.

Etapa 3 – Justifique a sua escolha

Chegou a hora de justificar o seu trabalho. Se você já se convenceu que o tema é adequado e não há outros artigos publicados, com certeza vai conseguir comprovar o valor do seu projeto para a comissão avaliadora. Comece a questionar o porquê a pesquisa será realizada, quais benefícios vai trazer para a sociedade ou grupo e comunidade que será direcionada. Lembre-se, agregar valor e trazer resultados devem ser os seus principais objetivos.

Etapa 4 – Formule o problema

Seguir as etapas da pesquisa científica só fará sentido quando a solução de um problemas aparecer. Definir o que precisa ser resolvido vai guiar todo o seu trabalho. Nessa etapa você vai pensar um pouco sobre o que está em jogo, será que vale a pena investir o seu tempo e energia para mudar a realidade que você traçou? Você está focando em um problema? Deixe isso bem claro no seu projeto e caso perceba que não é algo relevante, invista em uma temática diferente.

Etapa 5 – Determine os objetivos

Agora que você já tem em mente o problema que deve ser resolvido é preciso listar os objetivos e justificá-los de forma coerente. Coloque no papel o seu objetivo geral – é basicamente um resumão do projeto, o que você quer alcançar. Depois, descreva o objetivo específico – aqui você vai detalhar como todo o processo descrito no objetivo geral será realizado.

Essa etapa foi feita para que você possa comprovar os resultados e a contribuição da sua pesquisa para o grupo que foi destinada. Mas não pense que basta encontrar um bom tema, jogar as ideias no artigo e receber a aprovação. É preciso ficar atento a uma regra básica. Vou descrevê-la aqui embaixo:

Coloque sempre o enunciado dos objetivos com o verbo no infinitivo e que indique uma ação passível de mensuração, como: apontar, descrever, aplicar, analisar, articular e apreciar. Essa é uma norma que você não pode deixar de cumprir, ok?

Etapa 6 – Defina qual metodologia será utilizada

Esse é o momento de escolher o local e a metodologia que será utilizada para realizar a pesquisa. Para fazer isso é necessário identificar:

  • O tipo de pesquisa: pode ser bibliográfica, documental, de campo, estudo de caso etc. Nós colocamos os principais métodos nesse texto, se quiser saber mais é só clicar!
  • O universo da pesquisa: é o número de pessoas que serão analisadas – lembrando que elas precisam ter o perfil com características equivalentes;
  • Amostragem: é um pequeno grupo que pode ser formado com parte da população analisada no tópico acima. É necessário para comprovar a eficácia do método de pesquisa escolhido.
  • Os instrumentos de coleta de dados: o primeiro deles é a técnica de observação, seguida pela entrevista, questionário e formulário.

Depois disso, é importante definir como registrar todos esses dados. Você vai utilizar uma planilha on-line ou prefere fazer o processo manualmente?

Etapa 7 – Colete os dados

Entre tantas etapas da pesquisa científica essa é a mais dinâmica, por isso, entusiasmo e dedicação são fundamentais! Chegou a hora de colocar a mão na massa e realizar a sua pesquisa com foco em obter os resultados traçados anteriormente. Aproveite a etapa para conhecer pessoas novas e ganhar experiência em comunicação e relacionamento!

Etapa 8 – Organize os dados

Chegou a hora de computar os dados recolhidos na pesquisa de campo. Aqui você pode caprichar na organização. Nossa dica é: aposte nas tabelas e gráficos para facilitar a visualização dos resultados e utilize a tecnologia no momento de fazer os cálculos estatísticos – uma ferramenta gratuita e perfeita para esse trabalho é o Excel!

Etapa 9 – Analise e questione os resultados

Lembra que no decorrer das etapas da pesquisa científica nós falamos sobre definir e alcançar os objetivos? Então, agora você precisa se focar em analisar os resultados dos dados, da etapa anterior, para identificar se os objetivos, tão importantes, foram devidamente alcançados. Você também pode confirmar, comparar e confrontar hipóteses. É uma verdadeira prova real de resultados!  

Etapa 10 – Conclua a análise dos resultados

Estamos chegando na reta final. Agora você vai descrever os resultados alcançados no decorrer da pesquisa. É hora de defender os objetivos, hipóteses e suposições definidas lá na etapa 5. É importante lembrar que nem sempre o pensamento inicial de um pesquisador é confirmado ou é possível alcançar a meta traçada – a pesquisa pode tomar um rumo diferente do esperado.

Mas, isso não é um problema. A magia de pesquisar está em detalhes como esse. Pense bem, através dela é possível comprovar todas as suas ideias e identificar soluções para cada problema. O mais legal é que todo esse trabalho tem como real objetivo promover um avanço no meio acadêmico, científico e tecnológico – não esqueça de ressaltar aqui quais são os benefícios do seu projeto para esses grupos!  

Etapa 11 – Escreva o seu trabalho científico

Agora que você já passou por todas as etapas da pesquisa científica, chegou a hora de escrever o seu relatório. Comece escolhendo o formato do texto, será uma dissertação ou tese? Depois, pode colocar as ideias, análises e dados no papel. Mas fique atento à coerência textual e uso da gramática. Utilize as normas da ABNT como guia estrutural da sua redação.

#DicaDoity – Para minimizar as falhas na escrita do seu trabalho você pode entregá-lo para o seu orientador analisar. Peça para que ele aponte qualquer erro de digitação, coerência ou ideia que esteja difícil de compreender. Acredite, sempre tem alguma coisa que pode ser melhorada, principalmente, quando o assunto é escrita.

Planejar, estruturar, analisar, investigar e redigir cada uma das etapas da pesquisa científica é um trabalho que vale muito a pena executar, não só pela experiência acadêmica adquirida, mas, também, pela oportunidade de se tornar um agente de mudança na ciência, tecnologia e educação.

Agora que você já está por dentro de todas as etapas da pesquisa científica, que tal conhecer mais sobre a elaboração de trabalhos? Nós preparamos esse manual completo para te ajudar a se tornar um expert no assunto. Aproveite, clique no banner e confira. É gratuito!

Escreva os melhores trabalhos científicos

Aprenda aqui os principais aspectos a serem levados em consideração na produção de um artigo científico!

Baixar e-book
Karina Melo

Karina Melo

Estudante de publicidade, produtora de conteúdo, paulistana, louca por redes sociais e dançarina nas horas vagas

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos