Eventos Científicos

Como solicitar o ISSN para publicações científicas?

Escrito por: Karina Melo

O ISSN foi criado para dar autenticidade aos documentos periódicos (jornais, revistas, anais ou proceedings de eventos científicos) e facilitar a sua identificação em qualquer lugar.
Mas você sabe o que é, quando utilizar e como solicitar o ISSN? Nesse post nós vamos te explicar tudo sobre essa sigla!

O que é ISSN?

O Internacional Standard Serial Number, ou Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas (ISSN) é o tipo de código utilizado para registro internacional de documentos periódicos, como jornais, revistas e trabalhos científicos.

O responsável pela emissão desse código é o Centro Brasileiro do ISSN, através do site do IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia). Cada código é composto por oito dígitos, sendo o último o verificador, que vai de 0 a 9 e X, ele é gerado unicamente para cada edição do documento, identificando o autor, a editora, o número de edição e o país onde foi publicado.

Somente materiais que têm uma frequência de publicações podem recebê-lo. Depois de criado, o ISSN acompanha o documento para sempre, é intransferível e sempre aparecerá em qualquer reprodução do documento.

É importante estar atento a algumas regras para saber como solicitar e imprimir o ISSN corretamente. Confira!

Regras de formatação

Para solicitar o ISSN ao Centro Brasileiro do ISSN (CBISSN) você precisa ficar atento e seguir algumas regras de formatação.

  • Verifique se o título do seu documento periódico está escrito de maneira correta em todos os locais da publicação (capa, folha de rosto, expediente, editorial/apresentação etc). Tenha bastante atenção, pois eles precisam estar idênticos mesma fonte, tamanho, as mesmas letras maiúsculas e minúsculas.

Ah! É importante lembrar que o ISSN está ligado ao título do documento periódico e não ao número de edições.

  • Observe se a publicação apresenta o ano, volume e fascículo (é como se fosse o número da edição do documento, é dado quando o jornal, revista ou trabalho científico é publicado aos poucos em intervalos de tempo iguais), na capa do periódico, ela deve conter a designação numérica ou cronológica em cada documento independente da sua edição.
  • O próximo passo é identificar a instituição responsável (autor corporativo), se houver, e o endereço completo, que você pode consultar no expediente da publicação.
  • Para cada formato da publicação deve ser solicitado um ISSN novo. Mudança de título e/ou idioma da publicação também devem receber diferentes ISSN.

Se o título ou o suporte da publicação não sofrerem nenhuma modificação, o código ISSN continuará sendo o mesmo em todas as edições.

Fique atento: caso dois ISSN forem solicitados em plataformas distintas, para o mesmo título (online e físico) você deve enviar um formulário devidamente preenchido e a documentação correspondente separadamente, para cada um.

  • Caso você queira solicitar o ISSN dos anais do evento ou periódicos será necessário esperar a publicação do segundo número (edição) que servirá para comprovar a periodicidade do documento.       
  • É importante lembrar que se a publicação for encerrada você precisa informar ao CBISSN qual volume, ano e número deixou de ser publicado. Caso a publicação seja online e você mude a URL de acesso, informe através deste e-mail: cbissn@ibict.br
  • Outra regra é a escrita da URL, ela precisa remeter a página da publicação ou do evento, ser única e específica para todas as edições e estar preenchida com todas as informações necessárias para atribuição do código ISSN.

Estrutura da página e links

É necessário informar o volume e o ano nos links que direcionam para a edição atual do seu documento periódico.

Já as edições anteriores precisam informar o número da sua edição. Isso se chama designação numérica e/ou cronológica da publicação.

A página principal da publicação online, deve conter links para:

  • Apresentação (texto que expressa a opinião da publicação);
  • Expediente (comissão organizadora do evento: relação das pessoas responsáveis pela publicação);
  • Periodicidade da publicação;
  • Idioma(s) (que serão aceitos os artigos);
  • Editor, quando houver (instituição responsável pela diagramação da publicação);
  • Autor corporativo (instituição responsável pela publicação, deverá ter o endereço completo);
  • Normas para publicação (diretrizes para a publicação dos artigos);
  • Endereço de contato;
  • Edição atual (com área de numeração para cada edição, deverá ter a designação numérica completa no cabeçalho da página, abaixo do título, conforme a periodicidade anual. Os artigos deverão estar disponíveis para leitura);
  • Edições anteriores (link na edição atual).

Como solicitar o ISSN

  • Documentação

Para solicitar o ISSN será necessário enviar uma cópia das seguintes páginas:

  • Tela de apresentação da publicação;
  • Tela do expediente (corpo editorial, periodicidade da publicação, nome e endereço completo do autor corporativo/editora responsável pela publicação);
  • Formulário de solicitação do código ISSN preenchido de maneira legível.
  • Envio

A documentação de solicitação não pode ser enviada por e-mail, o Centro Brasileiro do ISSN não analisa as documentações nessa plataforma. Ela deve ser enviada atraveś dos Correios para o endereço abaixo:
Centro Brasileiro do ISSN/ IBICT
SAUS Quadra 5 – Lote 6 – Bloco “H” – 4º andar, sala 400.  
CEP: 70.070-912  Brasília /DF

Também é possível entregar a documentação diretamente no Centro Brasileiro do ISSN, desde que ela seja protocolada anteriormente, no Protocolo Geral do IBICT.

Para que o ISSN seja atribuído, sua publicação precisa estar publicada na internet, identificada como 1º volume ou com o número completo da edição.

Ah! Não precisa colocar o número da edição na URL.

Após solicitado, o prazo para análise dependerá da demanda. Mas o melhor é que todo esse processo é gratuito!

Esse universo acadêmico é repleto de novidades para serem exploradas. Que tal começar a descobrir alguma delas? Baixa nosso e-book, é gratuito! Boa leitura e sucesso! 

Manual completo: como organizar um evento acadêmico

Conheça quais são os principais tipos de eventos acadêmicos e também dicas essenciais para planejar, executar e finalizar o seu evento com sucesso

Baixar e-book
Karina Melo

Karina Melo

Estudante de publicidade, produtora de conteúdo, louca por redes sociais e dançarina nas horas vagas

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos