Vida Acadêmica

Como publicar um artigo científico? Confira aqui!

Escrito por: DoityTeam

Engana-se quem pensa que a redação/publicação de artigos científicos é uma exclusividade dos alunos de mestrado e doutorado. Se você está na universidade, mas deseja seguir a carreira acadêmica ou se especializar na área de pesquisa, saiba que publicar artigos científicos é uma excelente forma de compartilhar conhecimento, trocar experiências e aprofundar o seu aprendizado em um determinado campo do seu interesse.

Mas por onde começar? Se você quer escrever, mas não sabe como publicar um artigo científico, nós podemos te ajudar. Abaixo, listamos algumas dicas fundamentais e bastante esclarecedoras, que vão desde a escolha do tema de pesquisa até a seleção do periódico ou evento acadêmico para submissão do seu projeto.
Confira!

Entenda a importância de escrever e publicar um artigo científico

O artigo científico nada mais é que um relato de informações atualizadas sobre um determinado tema.

Todavia, escrever um artigo científico requer domínio sobre o assunto a ser abordado. O objetivo da sua pesquisa será responder a um problema/pergunta central cuja solução ainda não está clara ou inexiste.

Por isso, o primeiro passo é optar por um tema com o qual você tenha o mínimo de familiaridade. Vale lembrar que serão horas, semanas e até meses debruçado sobre um mesmo assunto, por isso, para que não se torne algo cansativo ou penoso, é importante que o tema a ser tratado desperte verdadeiramente o seu interesse.

Durante a sua pesquisa, tenha como aliado o Google Scholar. Nele, você encontrará um enorme acervo de publicações de conteúdo científico, como teses, monografias, artigos e livros, que servirão como referência para o seu projeto. Escolher boas referências é essencial para a redação de um conteúdo com um bom embasamento teórico. As referências são responsáveis por enriquecer o seu artigo, mas também podem empobrecê-lo, se não tiverem credibilidade.

Fique atento à estrutura

Parece óbvio, mas é fundamental ter em mente o que significam todas as seções, como introdução, desenvolvimento e conclusão. Só assim será possível delimitar o que será discutido em cada seção.

Uma boa dica é utilizar uma folha de rascunho para elaborar um roteiro prévio, elencando as informações que cada parte precisa conter.

E lembre-se de apresentar algo novo. Uma pesquisa só é de fato interessante quando é capaz de propor a abordagem de um tema sob uma nova perspectiva ou quando aborda algum ponto nunca antes discutido. Ao final do seu estudo, você perceberá o quanto essas horas dedicadas a um mesmo assunto foram importantes.

Depois de tanta dedicação, você terá se tornado um verdadeiro expert no tema!

Saiba onde e como publicar um artigo científico

Definido o tema, é hora de escolher o periódico ideal para enviar o seu artigo. Como você já sabe, o artigo deve seguir as normas da ABNT, mas cada publicação tem regras próprias, tanto para estruturar o texto como para citar as referências. Por isso, a redação dependerá muito da revista a que você pretende enviá-lo. Esteja familiarizado com o tom comumente abordado nela, bem como o estilo dos artigos publicados anteriormente.

Isso facilitará a construção do seu texto.

Uma dica para escolher o periódico científico é avaliá-lo por meio do Qualis, que nada mais é que um modelo de avaliação de revistas mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Os periódicos são avaliados quanto ao âmbito de circulação (se é local ou nacional) e qualidade. É possível conferir a qualificação de cada um deles, independentemente da área, no site do sistema WebQualis.

Geralmente, as revistas com a classificação de Qualis mais elevada estipulam algumas exigências para o autor do artigo, como o título de mestre ou mesmo de doutor. Todavia, são muitos os periódicos que aceitam a submissão de artigos redigidos por estudantes universitários, ou seja, trabalhos de iniciação científica.

Além dos periódicos, uma outra boa ideia é submeter o seu artigo a eventos acadêmicos, como simpósios e seminários. Para entender como se dá o processo de submissão do artigo nessas circunstâncias, você precisa ter acesso ao edital do evento e atentar a dados importantes, como prazos e exigências de estruturação do texto. Vale lembrar que a publicação de artigos científicos em eventos é igualmente valiosa para o seu currículo lattes.

Redija com objetividade e clareza

O que faz com que um artigo seja bem avaliado não é a extensão do conteúdo, mas sim sua qualidade. Por isso, se você é capaz de apresentar um tema interessante, sob um novo viés, de forma clara e sem muitas delongas, você terá em mãos um conteúdo precioso que certamente será aprovado por qualquer periódico ou evento acadêmico.

Tenha em mente que o seu texto será lido por diferentes públicos e deve ser interpretado da mesma forma por todos eles. Substitua palavras e expressões que possam gerar dupla interpretação e seja objetivo, mantendo a linearidade do pensamento, ou seja, escrevendo com coerência e coesão.

A escolha do título também é fundamental para que seu artigo se torne atraente. Opte por um que seja chamativo, claro e que que resuma, em poucas palavras, todo o conteúdo da sua pesquisa.

Vale lembrar: tudo começa com a redação do projeto de pesquisa. Se o autor caprichou e se dedicou ao máximo a essa etapa do trabalho, certamente não terá nenhuma dificuldade no momento de redigir um artigo de qualidade.

Revise o conteúdo várias vezes

Concluído o artigo, é hora de revisá-lo mais de uma vez. É comum que, nesse momento, você queira acrescentar ou eliminar informações ou até mesmo fazer pequenas adaptações na estrutura do artigo. Não há nenhum problema nisso. O mais importante, agora, é que outra pessoa, sem nenhum vínculo anterior com o material, também revise o conteúdo. Isso evita o que chamamos de “vício de leitura”, que acontece quando a nossa proximidade com o tema/texto nos impede de identificar erros gramaticais e de estruturação.

Peça o auxílio de um profissional

Não bastassem as inúmeras revisões, é importante pedir a opinião de um profissional que tenha ainda mais domínio que você sobre o tema pesquisado. Por isso, antes de submeter o artigo ao periódico, certifique-se de que o conteúdo é interessante e altamente compreensível. Apenas um profissional com conhecimento no assunto é capaz de contribuir com uma revisão sistemática do tema, ou seja, totalmente focada no objeto de pesquisa apresentado.

Nessa hora, os professores com conhecimento na área são extremamente úteis. Peça a um professor que revise o conteúdo e lhe dê dicas sobre o que pode ser melhorado. Sim, enquanto o seu artigo não for submetido, ele pode ser modificado e melhorado inúmeras vezes. O processo pode parecer cansativo, mas é extremamente importante para que você elabore um conteúdo de qualidade.

Submeta o seu artigo

Feito isso, você já pode submeter o artigo ao periódico ou evento escolhido. Mas vale ressaltar que cada um deles tem suas próprias regras de publicação. Leia todas elas atentamente antes de concluir o processo e aguarde o retorno. Seu artigo pode ser aprovado ou não, e a não aprovação também faz parte dessa jornada.

Não há motivos para se desesperar.

Não raras vezes, acontece de o artigo ser aceito de imediato, mas conte com a possibilidade de precisar fazer alguns ajustes, caso seja essa a orientação. Só então você estará apto a submetê-lo novamente.

Viu só como publicar um artigo científico pode ser mais fácil do que você pensa? Esperamos que nossas dicas tenham sido úteis para você e desejamos boa sorte na submissão da sua pesquisa.

Quer entender como a organização de eventos acadêmicos pode ser uma outra forma, também bastante simples, de contribuir para o enriquecimento do seu aprendizado enquanto estudante? Confira esse post

DoityTeam

DoityTeam

Somos produtores de conteúdo apaixonados por eventos, vida acadêmica, marketing, vendas, tecnologia e por compartilhar experiências e conhecimento

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos