Organizar Eventos

Como criar uma identidade visual incrível para o seu evento

Escrito por: Karla Assis

Basta pensar nas argolas das olimpíadas ou no logotipo do Rock in Rio para entender o poder da identidade visual para eventos. É muito fácil lembrar dessas imagens e, repare, o estilo delas não tem nada de complicado. Isso significa que você também pode criar materiais impactantes e memoráveis para identificar o seu evento — sem complicações.

identidade visual para eventos

Quer saber como? Confira a seguir:

A identidade visual para eventos faz toda a diferença! 

identidade visual para eventos

Competições, palestras, coquetéis, desfiles de moda, workshops, lançamentos de livros ou produtos, reuniões para networking… a identidade visual para eventos é uma estratégia poderosa!

A chave é trazer à lembrança dos participantes a experiência que tiveram ao participar do seu evento. É o mesmo que acontece com a música —  dá uma olhada nesse texto aqui para entender do que estou falando! 

Com uma boa dose de criatividade, você consegue expressar esse conceito em um logotipo. Mas nada como ir além e envolver seu público com um estilo próprio de comunicar as sensações através de imagens, criadas especialmente para dar destaque à ocasião.  Assim o seu evento pode ser reconhecido num piscar de olhos e, o melhor, se tornar inesquecível!

O passo a passo da criação da identidade visual para eventos

identidade visual

Se você quer promover um evento de sucesso, o planejamento é fundamental. Sendo assim, esta é uma tarefa que deve ter prioridade máxima assim que você já tiver preparado o essencial do seu evento, como data, local e orçamento.

Em geral, o processo envolve as seguintes etapas:

  1. Definir com clareza as características do evento: tema, objetivo, estilo, dinâmica e público-alvo — com os principais dados sobre as pessoas para quem o evento se destina.
  2. Determinar quais recursos (físicos e online) serão utilizados para reforçar visualmente o conceito do evento, dos mais variados materiais de marketing a detalhes decorativos, uniformes, menus, vídeos, e backdrops — aqueles painéis para tirar fotos.
  3. Deixar a criatividade fluir e testar suas ideias de cores, fontes, fotos, ilustrações e outros elementos de design, para determinar o conjunto de recursos que melhor transmite a atmosfera desejada.
  4. Criar o logotipo do evento e suas versões.
  5. Customizar o site do evento e criar os perfis nas redes sociais (e depois produzir os posts e anúncios), banners, cartazes, panfletos etc.
  6. Elaborar releases, assinatura do evento para e-mails de enquete e/ou agradecimento, newsletters, folders, blocos com papel timbrado, certificados de participação, vales-brinde e outras formas de lembrança da participação.
  7. Adaptar e/ou atualizar a identidade visual, no caso de eventos recorrentes.

Parece muita coisa? Mas não precisa se preocupar: dá para criar toda a identidade visual para eventos com os recursos de uma plataforma de design.

Como criar materiais gráficos que destacam a sua identidade visual

identidade visual

É claro que há uma série de assuntos que você pode pesquisar para ter mais suporte na concepção de sua identidade visual — da psicologia das cores, na comunicação ao estudo do branding de eventos de sucesso no seu nicho, por exemplo.

Mas que tal começar pelo básico?

As dicas a seguir funcionam como um tripé. Elas dão o apoio que você precisa antes, durante e depois de seu evento para criar materiais gráficos incríveis. Veja só:

1- Aposte na personalização

A personalização é a chave para destacar o que o seu evento tem de mais especial. Afinal, você entende melhor do que ninguém qual o conceito da experiência que está promovendo e pode identificar os detalhes de maior interesse para seu público.

E isso não significa abrir mão de alguns atalhos que tanto facilitam seu trabalho…Assim como você se acostumou a fazer aqui, vale usar um template e fazer as alterações que quiser em seus materiais gráficos para compartilhar online ou imprimir. Então, aproveite que os modelos prontos do Canva são criados por designers profissionais e use-os como inspiração.

2- Mantenha a sintonia

Todos os materiais relacionados ao evento devem estar em sintonia com a identidade visual. Pense em cada design como uma amostra do que você tem a oferecer ao público e lembre-se que um bom “conjunto da obra” reforça sua mensagem e demonstra profissionalismo. Portanto, é importante manter um padrão de qualidade e garantir a precisão dos elementos.

Digamos que você escolheu uma fonte em vermelho para o seu logotipo, como o famoso design do Rock in Rio. Não há problemas em variar as cores que atuam como coadjuvantes em seu material, mas o ideal é repetir o tom exato do vermelho em todas as versões do logo.

Do contrário, a diferença de tonalidades pode fazer com que as pessoas desconfiem que o material não é oficial. Uma boa solução para evitar isso é organizar em um só lugar os valores exatos de cada cor de sua paleta, definir o seu conjunto de fontes já prevendo os tamanhos para cada tipo de uso, criar pastas com imagens, ilustrações e outros detalhes essenciais.

3- Defina cuidadosamente as cores

A cor é um dos itens mais importantes em qualquer identidade visual. Isso porque as cores são capazes de comunicar significados, provocar emoções e despertar impressões. Um bom design pode despertar o interesse do seu público, chamar atenção, emitir uma mensagem. Sendo assim, nada de escolher sua cor favorita ou qualquer cor, certo?

Como regra prática, tenha em mente que cores quentes (vermelho, laranja, amarelo) são mais chamativas e alarmantes, enquanto cores frias (azul, verde, lilás) são mais tranquilas e amenas. Além disso, as cores também possui significados e você deve avaliá-los na hora de escolher a cartela de cores.

Confira o significado de algumas cores: 

  • Vermelho: amor, paixão, coragem,  poder, urgência, ousadia, intensidade, etc.
  • Amarelo: energia, calor, luz, atenção, clareza, credibilidade, alerta, inteligência, etc.
  • Azul: confiança, segurança, tranquilidade, calma, harmonia, produtividade, força, etc.
  • Laranja: amizade, gentileza, alegria, saúde, prazer, criatividade, sucesso, equilíbrio, etc.
  • Verde: natureza, saúde, vida, crescimento, estabilidade, proteção, vitalidade, calma, etc.
  • Roxo: imaginação, realeza, luxo, mistério, moda, intuição, magia, sabedoria, etc.
  • Rosa: beleza, doçura, afeto, feminilidade, charme, compaixão, sensibilidade, etc.
  • Preto: sofisticação, formalidade, poder, mistério, modernidade, sedução, etc.
  • Cinza: neutralidade, autoridade, seriedade, qualidade, estabilidade, prestígio, etc.
  • Branco: paz, virtude, verdade, esperança, minimalismo, integridade, bondade, etc.
  • Marrom: maturidade, antiguidade, consciência, disciplina, responsabilidade, etc.

Ao decidir a cor principal da identidade visual do seu evento, você deve decidir as cores complementares. Para que você possa utilizá-las de forma harmônica, recomendamos o uso círculo cromático. Esse círculo nada mais é que a representação simplificada de como nós, seres humanos, percebemos as cores.

As cores complementares são opostas umas às outras. As cores análogas são um grupo de três, que ficam lado a lado. Já as complementares decompostas também são um grupo de três, mas dessa vez formando uma espécie de triângulo.

Você pode usar qualquer uma dessas três formas de combinação: cores complementares, cores análogas e complementares decompostas. Assim, você vai garantir mais harmonia à identidade visual do seu evento.

4 – Evite excessos

Você já compreendeu seu público e definiu as cores seguindo todas as orientações. Agora, chegamos ao momento em que você vai colocar as ideias na tela (ou no papel) . A nossa dica aqui é simples: evite qualquer tipo de excesso. Menos é mais!

Coloque na arte apenas as informações necessárias e determinantes para atrair as pessoas para seu evento. Se você não administrar bem a quantidade de textos e dados, pode ser que seu cartaz, por exemplo, fique poluído, confuso e não desperte o interesse do público em ver qual a proposta da organização.

Se houve necessidade de colocar diversas informações, pense na possibilidade de criar mais de um banner ou cartaz, por exemplo. O ideal é dividir os dados em diversos templates para que fique visualmente eficaz e ainda assim comunique tudo que for necessário. Pense bem sobre isso!

5- Envolva seu público

Como você acaba de ver, o visual de seus materiais pode transmitir credibilidade e agregar valor a seu evento. Mas dá para aproveitar bem mais esse potencial. Faça com que sua identidade gere identificação, estimulando as pessoas a compartilharem detalhes sobre a experiência!

Para isso, elabore atividades e materiais sob medida para gerar engajamento nas redes sociais: animações de contagem regressiva, brindes e adereços que podem ser fotografados durante o evento, vídeos dos melhores momentos e muitos posts incríveis — tanto para gerar expectativa quanto para registrar o evento e celebrar as memórias criadas pelo público.

Você pode economizar tempo criando bases para editar rapidamente, sem perder o frescor de publicações como stories do Instagram e Facebook. Além disso, considere fazer adaptações para homenagear uma nova cidade ou estação do ano, caso o evento se repita em diversas ocasiões e localidades.

Faça seu evento brilhar

Aproveite nossas dicas de identidade visual para eventos e combine suas ideias mais brilhantes com a planejamento necessário para colocá-las em prática, e, claro, pense sempre na experiência que deseja ofertar aos participantes. Para entender melhor como pode fazer isso, baixe o e-book abaixo!

Transforme seu evento numa experiência inesquecível!

Descubra quais as vantagens de utilizar essa estratégia e como implementá-la no seu evento

Baixe aqui

Karla Assis

Karla Assis

Especialista em marketing digital do Canva, uma plataforma digital que permite a qualquer pessoa criar designs profissionais de maneira intuitiva e gratuita.

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário

Newsletter

Entre para a nossa lista exclusiva e aprenda com os melhores conteúdos